Transfer aeroporto
Hotéis em promoção
  1. Fecha de llegada
  2. Fecha de salida
Alquiler de coches
Voos baratos

Guinness Storehouse

O armazém da Guinness (Guinness Storehouse) foi construído em 1904 para ser usado como local de fermentação da cerveja Guinness. O edifício teve essa função até 1988 e no ano 2000 abriu suas portas ao público para mostrar a história da marca.

Conhecendo o mundo Guinness

Guinness Storehouse, barris
Guinness Storehouse e seus barris

Guinness Storehouse, garrafas
Evolução da garrafa de Guinness

Guinness Storehouse, Bar Gravity
Bar Gravity na Guinness Storehouse

Para começar bem a visita, no térreo do edifício principal (com formato de um enorme copo de cerveja) podemos ver uma cópia do contrato de arrendamento da cervejaria por 9.000 anos. Foi assinado por Arthur Guinness em 1759.

Seguindo para o interior do armazém, você pode contemplar uma chamativa exposição sobre os quatro ingredientes usados na fabricação da cerveja. Simplesmente água, lúpulo, malta e levedura combinados perfeitamente são capazes de conseguir um sabor tão especial.

No primeiro andar, o áudio guia acompanha os visitantes através do processo de elaboração da cerveja. Uma grande sala contém a antiga maquinaria que se usava na fábrica: um moinho, um torrador, um alambique e barris gigantes de madeira.

Também podemos ver sobre o mundo do transporte que rodeia a cerveja Guinness desde o passado, quando os barris eram transportados pelo rio em barcos. Uma grande zona está destinada aos mestres que faziam tonéis, um ofício de grande importância, mas cheio de sacrifícios.

O segundo andar convida os visitantes a conhecer as campanhas publicitárias da Guinness ao longo da história. Uma das campanhas mais chamativas foi a realizada em 1916, quando milhares de garrafas com mensagens foram atiradas no mar. Dezenas de anos depois, as garrafas continuavam aparecendo, para a surpresa de quem as encontravam.

No terceiro andar, os visitantes podem testar seus conhecimentos sobre a bebida por meio de diversos jogos interativos. Avançando mais um andar, uma exposição relata a história do edifício desde 1904 até sua transformação em um centro de visitantes no ano 2000.

No quinto andar, o visitante pode tirar sua própria pint e recebe um diploma que certifica sua habilidade. Uma seção dedicada a John Gilroy mostra as campanhas publicitárias de sucesso criadas por ele entre 1930 e 1960.

A visita termina no terraço do edifício, local conhecido como Gravity Bar, um espaço agradável onde você pode admirar a vista da cidade degustando uma pint, cortesia da casa.

Duas curiosidades

A harpa, atual símbolo da Irlanda, é uma marca registrada da Guinness. Quando o governo quis usá-la como símbolo nacional, teve que fazê-lo colocando o instrumento de forma invertida.

O famoso Livro Guinness dos Records também tem uma relação com a companhia cervejeira. Em 1951, o gerente diretor da empresa teve uma discussão sobre qual seria o pássaro mais rápido da Europa e, diante da dificuldade de encontrar aquela informação nos livros da época, sugeriu aos donos de uma agência que criassem um livro de curiosidades e recordes.

Um símbolo da Irlanda

Todos conhecem a importância da cerveja Guinness a nível mundial. Em Dublin, você terá a possibilidade de fazer um passeio pelo enigmático mundo que a rodeia e conhecer todos os detalhes sobre sua fabricação, de um jeito agradável e visual, acompanhados por um áudio guia (disponível em inglês, espanhol e outros idiomas) para entender perfeitamente cada passo.

Compre sua entrada sem filas

No seguinte link você pode comprar a entrada da Guinness Storehouse evitando as filas no dia da visita.

Localização

St James’s Gate.

Horário de visita

Todos os dias, das 09:30 às 19:00 horas.
Em julho e agosto, todos os dias, das 9:00 às 20:00 horas.

Preço

Adultos: 20€.
Estudantes: 18€.
Entrada gratuita com Dublin Pass

Transporte

Ônibus: Thomas St. (Watling St.), linhas 123, 51B e 78A.

Mapa

Guinness Storehouse, mapa de localização

Hotéis próximos